TRADUTOR

Criação De Sites, Criamos E Atualizamos, Apenas Mensalidades

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Dono de academia discutiu com ex-companheira antes matá-la, em Goiás.

Rogério Ferreira Alves, de 39 anos, dono de uma academia suspeito de ter matado a ex-companheira, Dayely Fonseca Alves, de 22, teve uma discussão com ela pouco antes de cometer o crime. O assassinato aconteceu na tarde desta segunda-feira, no Jardim Curitiba II, em Goiânia, Goiás. Ele se matou com um tiro em seguida. As informações são da Polícia Civil.(VEJA FOTOS E +)

Casal havia terminado o relacionamento há pouco tempoOs corpos das vítimas foram encontrados na casa de Rogério, que fica nos fundos da academia, por uma funcionária dos estabelecimento, de propriedade do casal. O local estava fechado para o horário de almoço.
Segundo o delegado Dannilo Proto, que investiga o caso, a testemunha relatou que ouviu a discussão do casal na casa de Rogério, pouco antes de ela encontrar os corpos.
— O casal estava separado e tentava reatar. A secretária da academia disse que eles tiveram uma discussão (pouco antes do crime). Foi uma discussão de relacionamento, mas não violenta — contou o delegado, que planeja ouvir parentes das vítimas e outros funcionários da academia para saber como era a relação entre os dois.
Casal havia terminado o relacionamento há pouco tempo Foto: Reprodução / Facebook
De acordo com o delegado, no local do crime não há câmeras de segurança. Os investigadores do caso também estão focados em descobrir a origem da arma usada. O equipamente foi apreendido para perícia.
— O motivo do crime ainda não está esclarecido — informou Proto.
FONTE: EXTRA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...