TRADUTOR

Criação De Sites, Criamos E Atualizamos, Apenas Mensalidades

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Acusada de ofender nordestinos, Alexia Dechamps terá defesa feita em plenário.

Alexia Dechamps e Pedro Vilela (PSDB/AL): bate-boca na CâmaraNa última terça-feira, uma audiência pública realizada na Câmara dos Deputados para debater a regulamentação das vaquejadas no país terminou em grande confusão. (VEJA FOTOS E +)
Convidada do deputado Ricardo Izar Jr. (PSD/SP), a atriz Alexia Dechamps foi acusada de ofender nordestinos durante uma conversa acalorada com o deputado Pedro Vilela (PSDB/AL).
Vilela afirma ter ouvido de Alexia a seguinte frase: "Calem a boca, que eu já pago Bolsa Família para o Nordeste". Em um post no Instagram publicado na quarta-feira, o parlamentar comentou o ocorrido e postou um vídeo de sua denúncia feita no plenário da Casa: "Acabo de denunciar, em Plenário, o ato preconceituoso, que ao meu ver deve ser enquadrado como crime de racismo, cometido pela atriz Alexia Dechamps, durante audiência pública que debatia a regulamentação da vaquejada. Ao virar-se ao público, majoritariamente nordestino, e dizer “Calem a boca, que eu já pago Bolsa Família para o Nordeste”, a artista desrespeitou um povo que muito trabalha para o crescimento do Brasil. Não podemos admitir nenhum tipo de preconceito, seja ele qual for. Enquanto parlamentar e nordestino já estou tomando as medidas judiciais cabíveis. Exigimos punição exemplar a essa senhora e a qualquer outra pessoa que tenha comportamento semelhante".

Um outro post de Vilela mostra o momento em que Alexia e o deputado discutem. No entanto, não é possível confirmar a suposta fala da atriz, alvo da denúncia e toda a polêmica.
Também nesta quarta, Alexia enviou um comunicado à imprensa. Nele, a atriz nega que tenha ofendido nordestinos em sua fala. "Eu, Alexia Dechamps, repudio a atitude do deputado Pedro Vilela, do PSDB alagoano, de atribuir a mim palavras desrespeitosas contra o povo nordestino durante audiência pública sobre a regulamentação da vaquejada. Mais do que isso, abomino sua postura oportunista de aproveitar-se de um falso embate com uma pessoa pública, atriz profissional, para conseguir mídia fácil e destacar-se diante de seu eleitorado. O parlamentar, além de deturpar minhas palavras, me ofendeu, tentou humilhar e constranger, chegando a dirigir-se ao plenário da Câmara pedir que a Procuradoria da Casa me processe".
Alexia argumenta que a discussão travada abordava a mudança de um cultura regional, uma vez que tais atividades envolvem, a princípio, maus tratos de animais. "Disse ainda que no Nordeste, de onde provinha a maior parte dos vaqueiros lá presentes, existem outras atividades como pesca, turismo e lavoura, além do Bolsa Família, que poderia amparar os mais necessitados. Lembrei que a região é que mais tem inscritos no programa do governo federal. Se o auxílio existe, sustentado pelos impostos que eu e todos os brasileiros pagamos, para socorrer pessoas sem renda suficiente, deve ser utilizado para casos extremos como o que discutíamos", rebate a atriz.
Já em seu perfil no Facebook, a atriz informou que Ricardo Izar fará uma defesa em seu nome, no plenário da Câmara, às 14h desta quinta-feira. Izar é autor do Projeto de Lei que dispõe sobre a natureza jurídica dos animais domésticos e silvestres (PL 6799/2013). "O deputado Izar vai dizer que em nenhum momento apareceu um video com a tal fala do Bolsa Família porque nao tem. Não existe essa fala da maneira pejorativa que foi relatada, não tive direito de resposta na hora porque não sou parlamentar. Não sou deputada. Estava atada para me defender e esclarecer. Nunca mais voltarei num lugar que fui tão destratada sem poder me defender", desabafa Alexia.

FONTE: EXTRA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...