TRADUTOR

Criação De Sites, Criamos E Atualizamos, Apenas Mensalidades

terça-feira, 21 de junho de 2016

Entenda como o pedido de recuperação judicial da Oi pode afetar os consumidores.


No caso de falência, a telefonia fixa voltaria para o governo

A Oi entrou, nesta segunda-feira, com um pedido de recuperação judicial de R$ 65,4 bilhões no Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). 
(VEJA FOTOS E +)
A dívida é a maior da história das negociações com credores na Justiça. A empresa afirmou que nada mudará em relação aos produtos e aos serviços oferecidos aos clientes. E especialistas em telecomunicações também explicaram que, por enquanto, os consumidores não deverão ser impactados.
Martonio Coelho, presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), afirmou que a recuperação judicial é um pedido de prolongamento e de redução de débitos:
— É uma tentativa da empresa se reerguer. Mostra ao juiz como esta pretende pagar essa dívida por, no mínimo, dois anos e, no máximo, dez.
Segundo Coelho, há duas possibilidades de a Oi falir: se os credores não aprovarem o plano de recuperação ou se a empresa não conseguir cumpri-lo.
Para Eduardo Tude, diretor do SindiTelebrasil — que representa o setor —, a falência é pouco provável. Mas ele explicou o que ocorreria neste caso:
— No caso da telefonia fixa, como se trata de uma concessão pública, o governo a assumiria para manter os serviços. No caso da telefonia móvel, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) daria uma solução.
FONTE: EXTRA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...