TRADUTOR

Criação De Sites, Criamos E Atualizamos, Apenas Mensalidades

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Suspeito de asfixiar noiva em SP fez ameaças a amigos da vítima pela web.

Mulher foi asfixiada e duas pessoas são suspeitas (Foto: Arquivo Pessoal)Familiares afirmam que suspeito era "ciumento" e "possessivo". Polícia Civil investiga o caso e aguarda conclusão de laudos do IC. Um amigo de Janaina Caroline Cunha Alves, de 26 anos, asfixiada na própria residência em São Vicente, no litoral de São Paulo, afirma que foi ameaçado em diferentes oportunidades pelo noivo da vítima que, de acordo com a polícia, é suspeito de ter cometido o crime. (VEJA FOTOS E +)A enfermeira está internada em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Em depoimento à polícia, o noivo afirmou que ao chegar no apartamento onde a enfermeira morava encontrou a vítima sendo esganada por um pedreiro em um dos cômodos. Ao tentar salvar a jovem, ele entrou em luta corporal com o suposto agressor, que se desvencilhou e fugiu.
De acordo com o amigo da vítima, que preferiu não se identificar, a jovem chegou a pedir desculpas pelas várias ameaças. "Éramos amigos e conversávamos constantemente. Certa vez, comentei em uma foto dela no Facebook e, logo depois, esse rapaz me chamou, dizendo que ela tinha namorado e era para eu ficar longe. Quando a Janaina soube, ela me pediu desculpas e disse que ele era muito ciumento mesmo", explica.Já o pedreiro negou ser o responsável pelo crime. Segundo a versão do funcionário, ele realizava serviços no apartamento quando o noivo da vítima entrou e ficou com ciúmes por algum motivo, atacando a mulher. No entanto, o pedreiro afirma que saiu do local sem ver o desfecho das possíveis agressões.
Amigo de vítima relata ameaças sofridas por rede social (Foto: Reprodução/Facebook)Amigo de vítima relataameaças sofridas por
rede social
Segundo o rapaz, a discussão foi em 2014 e, após o ocorrido, ele se distanciou da enfermeira. "Ela me dizia que, mesmo com o ciúmes dele, havia amor e eu respeitei. Mas era algo muito intenso e ela chegou a desativar a conta por conta da perseguição", disse.
Estopim
Segundo Nelci Alves da Silva, avó da vítima, há uma semana as discussões entre ambos se intensificaram por conta de uma conta na rede social. "Ele não queria que a Janaina criasse [uma conta no] Facebook. Na semana passada, ela veio na minha casa e criou. Quando ele descobriu, ficou muito nervoso e foi tirar satisfação. Era uma paranoia eterna", explica.
Ciúmes de noivo incomodava jovem (Foto: Reprodução/Facebook)Investigação
Os dois suspeitos pelo crime prestaram depoimento e foram liberados. O caso é investigado pela 2º Distrito Policial de São Vicente e a polícia aguarda a conclusão de laudos do Instituto de Criminalística (IC) para instauração de inquérito.

G1 tentou contato com o noivo da mulher e com o advogado dele durante toda sexta-feira (1), sábado (2) e domingo (3), mas não obteve retorno em nenhum dos telefones.
Segundo familiares da vítima, Janaina apresenta ferimentos no pescoço, sinais de um possível estrangulamento, e está em internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Ana Costa, em Santos, e em coma induzido. O estado de saúde dela é considerado grave.
  •  
FONTE: Guilherme Lucio da Rocha-G1 Santos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...