TRADUTOR

Criação De Sites, Criamos E Atualizamos, Apenas Mensalidades

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Irmão diz que jovem morta por causa de WhatsApp não traiu: 'Ela o amava'.

Ione de Santana Fidelis foi morta pelo marido Francisco da Silva Souza (Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo irmão da vítima, assassino se achava 'pouca coisa' para a esposa. Criança que viu crime já está com a família, que quer que Justiça seja feita. A família de Ione de Santana Fidelis, que foi morta pelo marido Francisco da Silva Souza, de 27 anos, diz que a jovem de 25 anos nunca traiu o companheiro. (VEJA FOTOS E +)O suspeito alega que cometeu o crime porque descobriu que a esposa marcava encontros com outro rapaz por meio do aplicativo para celulares WhatsApp. O crime aconteceu na última quinta-feira (10), em São Vicente, no litoral de São Paulo.

Menina foi encontrada na rua após o crime (Foto: Arquivo Pessoal)
Ivo de Santana Fidelis diz que a irmã, Ione, amava muito Francisco. Ele conta que o casal vivia muito bem e a irmã nunca pensou em trair o marido. Para Ivo, Francisco não aceitava o fato de Ione chamar a atenção de outros rapazes por sua beleza. Ele acredita que uma crise de ciúmes, por causa da beleza da esposa, fez o marido a matá-la.
Filha do casal foi encontrada na rua após o crime
(Foto: Arquivo Pessoal)
Francisco (dir.) assassinou Ione (esq.) por ciúmes em São Vicente, no litoral de São Paulo (Foto: G1)Francisco (dir.) assassinou Ione (esq.) por ciúmes
em São Vicente, no litoral de São Paulo (Foto: G1)
“Ela amava muito ele, vivia para a criança, nunca teve esse negócio de internet. O celular dela era simples. Minha irmã era uma pessoa muito bonita. Ele se achava pouco para ela. Tinha muito ciúmes dela. Ele não deixava ela fazer nada, ela não saía de casa. Quando eles brigavam, ela dizia que voltaria para a casa dos pais. Acho que ele pensava que, se ela não fosse dele, não seria de mais ninguém”, fala Ivo.

A tia de Ione, Irlene Santana de Soares, também acredita nessa versão. Ela diz que conversou com a família de Franscisco, que também estaria arrasada com o ocorrido. Os parentes do jovem teriam contado que ele estava muito estranho nos últimos dias. "Ele ficou com medo de perder ela. Ela era uma menina boa. Todos estão indignados com isso. Tem a filha dela agora, o irmão, a mãe dela é cadeirante. É uma tristeza para a família”, falou.
A filha do casal, que tem apenas 3 anos e presenciou o assassinato da mãe, está sob os cuidados dos avós maternos e do tio Ivo. A família quer que Francisco continue na prisão. “Nós estamos com medo de ele ficar em liberdade. Queremos que ele pague. Matou ela na frente de uma criança. Ele disse que tem dinheiro para pagar a liberdade. A gente não vai conviver com um marginal. Ele acabou com a nossa família. Não entra na cabeça da gente que essa menina está morta”, disse a tia da vítima.
Crime
De acordo com informações da Polícia Civil, Francisco da Silva Souza, de 27 anos, descobriu um suposto caso extra-conjugal da esposa há cerca de 15 dias. Na madrugada desta quinta-feira, após uma discussão, o rapaz pegou um revólver e disparou três vezes contra a mulher, Ione de Santana Fidelis, de 25 anos.

Após a ação, o suspeito fugiu da residência onde a família morava, no bairro Vila Ponte Nova. Ele deixou a porta do imóvel aberta e a criança saiu de casa assustada. Após ser levado ao 3º DP, Souza confessou o crime e foi levado a carceragem do 1º DP de São Vicente.
FONTE: G1SANTOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...